Skip to main content

canote retrátil – também conhecido como canote hidráulico ou ajustável, é consideravelmente popular entre os atletas de MTB, uma vez que auxilia na melhora da performance no pedal para competições.

Nesse sentido, a fim de esclarecer todas as suas dúvidas sobre o sistema e concluir se vale a pena investir no mesmo, a TBC elaborou esse post. Confira!

Canote retrátil: o que é?

Basicamente, estamos falando de um sistema que permite o ajuste de altura durante o pedal – pode ser a ar ou hidráulico.

É acionado através de um comando remoto pelo guidão, semelhante às travas mecânicas ou hidráulicas de suspensões. Basta que o ciclista jogue o corpo para trás em uma descida intensa e, ao subir um morro, por exemplo, volte a peça à sua posição normal.

Modelos mais complexos possuem até três níveis de ajustes de altura e os tamanhos variam entre 130 mm a 150 mm.

Todavia, ainda que o canote retrátil tenha sido criado para o MTB, diferentes tipos de pedal também podem ser atendidos, como Cross Country, Enduro e Trail. Só para ilustrar, as Gravel e Road bikes funcionam perfeitamente com a peça e apresentam ótimos resultados.

Canote retrátil: principais benefícios

Como mencionamos no tópico anterior, o sistema pode atender às necessidades de Trail e Enduro, pois essas modalidades contam com morros íngremes.

Agora, falando especificamente do MTB, o canote retrátil traz uma série de benefícios:

Chega de prender suas roupas no selim

Muitos ciclistas se identificarão com esse tópico. A peça retraída faz com que os ajustes deem mais liberdade aos movimentos na bike;

Mais agilidade na pedalada

Você não precisa descer da magrela e realizar os ajustes manuais, o que otimiza tempo e permite um foco maior no desempenho;

Rendimento melhor nas descidas e/ou subidas

Velocidade e técnica andam lado a lado.
Por outro lado, precisamos também falar sobre os “contras”. Dois fatores impedem a unanimidade dessa peça: seu peso – que varia entre 500g e 600g e os preços. Veja a seguir.

Quais são os preços médios?

Os valores alternam entre R$ 700,00 e R$ 3.500,00. Tudo dependerá das marcas e necessidades do pedal. O recomendado é sempre procurar um vendedor especializado para orientar a compra.

Vale a pena adquirir o canote retrátil?

Em suma, o sistema é bem útil para os ciclistas que fazem trilhas que possuem muitas subidas e descidas, já que garante liberdade para jogar o corpo para trás e alterar o centro de gravidade.

Ademais, mesmo com o contra relacionado ao peso da peça, os benefícios fazem a aquisição valer a pena – pelo menos na maioria dos casos. Afinal, auxilia na estabilidade e controle da magrela.

Leave a Reply